Derramamento de Petróleo no mar. por Rafael Souza.

sábado, setembro 29, 2012

Olá, galera do Química sustentável. Acredito que todos nós, pelo menos uma vez em nossa vida, através da mídia, já ouvimos falar em derramamento de petróleo, porém nem sempre são apresentadas as consequências que tal catástrofe irá causar em nosso meio ambiente.

O derramamento de petróleo é um tipo de poluição muito difícil de ser controlado. Quando ocorre um acidente desse tipo, o principal prejudicado é o meio ambiente. Entre as consequências estão águas poluídas e inúmeros prejuízos para plantas e animais daquela região.

Os animais aquáticos e as aves marinhas são diretamente afetados. Os peixes, quando submetidos ao contato com petróleo, acabam morrendo por asfixia, devido o óleo se fixar em suas brânquias, impedindo sua respiração. As aves marinhas, além de se intoxicarem, ficam com as penas cobertas por petróleo, não conseguindo voar e nem manter a temperatura do corpo. Com isso, podem morrer de frio. Mamíferos marinhos também ficam com o pelo impregnado pelo óleo, não conseguindo manter a temperatura do corpo, assim, também acabam morrendo.


Fotos: Blog da Interatividade.




O óleo que se espalha pela superfície oceânica forma uma fina camada que reduz a passagem de luz e, dessa forma, impede que ocorra o processo de fotossíntese das algas marinhas.

Todos esses problemas causados ao meio marinho acabam afetando pessoas que vivem da pesca e, em alguns casos, quando o óleo chaga até as parias, torna-as impróprias para banho.

Foto: G1


Muitos meios já foram e ainda estão sendo desenvolvidos para recolher o óleo que por vezes se derrama no mar, porém ainda não se consegue acabar totalmente com as consequências causadas.
CURTA A PÁGINA DO QUÍMICA SUSTENTÁVEL