Entrevistas: MudaRock e In Foco.

segunda-feira, outubro 15, 2012


Vida de estudante não é fácil, mas com um pouco do “jeitinho” brasileiro, de forma positiva é claro, vamos não só nos atualizando, mas também os nossos leitores.

Então segue duas entrevistas que demos, uma para o MudaRock e outra para o InFoco, uma espécie de jornal do IFRJ, administrado pela Assessoria de Comunicação do Instituto a AsCom.



Um grupo de 6 amigos universitários se unem na Internet com o objetivo de mostrar que é possível utilizar recursos da natureza de uma forma mais inteligente e sustentável. Foi assim que nasceu o Química Sustentável, feito por alunos dos cursos de Petróleo e Gás, Polímeros, Química e Recursos Humanos.

Qual foi a motivação para criar o blog?
Acredito que foi a necessidade de mostrar que todos podem contribuir para a sustentabilidade, independente se atua diretamente na causa ou não. Como a química não é muito abordada nos assuntos ambientais, ou é tratada de forma negativa na maioria das vezes, buscamos uni-la à sustentabilidade, não só destacando os pontos positivos, mas também desenvolvendo ideias que possam ajudar na sustentabilidade e conscientizar as pessoas em seu dia-a-dia. Nós aprendemos bastante com o blog e estamos muito envolvidos com as causas ambientais, tanto que isso tem refletido em nosso cotidiano.

Há quanto tempo o blog existe e quais são os frutos desse trabalho?
O blog foi criado em 15 de outubro de 2011, é um blog novo, mas com muitos propósitos, sendo que alguns já foram realizados e com retorno positivo. Um exemplo é a nossa participação no Encontro Nacional de Química, o ENEQ, em Salvador – BA, um encontro que reúne toda a classe da química e que foi de extrema importância para o blog. Estamos com um projeto de iniciação científica voltado para a sustentabilidade, em que mostraremos a química sustentável no laboratório. É um projeto que já está no seu processo final e que conta com o apoio de uma grande empresa na área do petróleo, a qual será divulgada em breve.

Há algum outro projeto que você queira destacar?
Criamos a Trupe do Coração Sustentável, com o conceito de que “ser sustentável também é ser solidário”. É um projeto voltado para as causas solidárias, em que temos como objetivo levar a educação ambiental para crianças que não têm acesso a essas informações. A princípio, realizamos apenas doações de roupas, calçados, objetos de higiene, alimentos entre outros, porém, à medida que os trabalhos foram realizados, mais pessoas foram se envolvendo e novas ideias foram surgindo, com o intuito de expandir essa iniciativa e chamar a atenção das pessoas.

Qual a sua opinião em relação a iniciativas de conscientização ambiental através das novas mídias como o MudaRock?
O MudaRock foi uma “sacada” sensacional, até porque quem não gosta de música? É um movimento que atrai um público que tem uma influência enorme no mundo: os jovens. Em uma entrevista com o ambientalista Philippe Cousteau Jr., um grande ambientalista, perguntamos justamente sobre como podíamos levar a educação ambiental para as pessoas. Em sua resposta, Philippe disse que devemos focar nos jovens, justamente por esta grande influência. O MudaRock está aí para provar esta “teoria”. Qualquer inciativa ambiental é sempre bem-vinda, mas nem todas conseguem se estabelecer, pois, mesmo sendo um assunto de extrema importância, nem todo mundo se envolve com assuntos ambientais. Pela proposta do MudaRock, vejo um projeto de grande sucesso que já deu certo.




Agradecemos ao MudaRock e ao In Foco pela oportunidade.

CURTA A PÁGINA DO QUÍMICA SUSTENTÁVEL